AJUDAS EM CURSO



Liliana Pinto

A Associação Portuguesa de Apoio á Mãe Solteira – A.P.A.M.S. – é uma entidade reconhecida como associação de Solidariedade Social de âmbito nacional, constituída por escritura pública em 2 de Junho de 2006 e publicada no Diário da República II série de 24 de Julho de 2006.
Esta Associação propõe-se a ajudar mães e crianças, com medicamentos, roupa, alimentação, educação, formação profissional e reintegração na vida social e profissional.
Neste momento estamos a reunir todas as ajudas possíveis, para que possamos ajudar a Liliana Pinto.
A Liliana tem 32 anos é natural de Vila Nova de Gaia. Até aos 21 anos de idade a Liliana era uma jovem saudável andava na faculdade, tinha um futuro feliz pela frente, mas, infelizmente em 2007 teve uma encefalite com mal epilético, o que lhe provocou uma Tetraparésia Espástica.
A Liliana passou de uma pessoa completamente independente para passar a estar dependente de terceiros para as atividades do dia-a-dia. Neste momento a Liliana não anda, mas acreditamos que brevemente conseguirá voltar a andar, graças aos tratamentos intensivos que realiza na Clinica CHS-CEI em Braga.
O grande problema são os custos.
Cada tratamento intensivo, mensal, durante 8 horas diárias tem o custo de 5.200€. Há 12 anos que esta família luta para que a Liliana volte a andar e, felizmente, já consegue dar uns passos com a ajuda das barras, fruto destes tratamentos.
Por este motivo pedimos a sua ajuda, para que a Liliana volte a andar!

Liliana Pinto




Pedro Querido

O Pedro é um menino com 8 anos de idade, natural de Carvalhal Benfeito, no concelho das Caldas da Rainha. O Pedro até aos 2 meses era um bebé saudável, mas após a vacinação dos 2 meses passou apresentar uma hipotonia generalizada com causa desconhecida. Devido esta doença o Pedro tem necessidade de apoio permanente por parte de uma terceira pessoa para as suas atividades diárias, bem como na sua alimentação, higiene e deslocação.
Por este motivo, o Pedro faz por ano 3 tratamentos de reabilitação neurológica na clinica Kinésio, tendo cada um o custo de 4.000€. Como estamos a falar de uma família que vive da agricultura é muito difícil suportar estes valores sozinhos, bem como, para além disso, tem o Pedro uma alimentação específica o que consubstancia despesas acrescidas.
Esta família faz um esforço diário para conseguir suportar tudo isto, juntam tampinhas, recorrem a familiares e amigos, mas nem sempre é possível. Dai terem pedido a nossa ajuda.
E por este motivo pedimos o vosso generoso apoio, para que todos juntos consigamos pagar este tratamento ao Pedro, permitindo assim a continuação da sua recuperação.

Pedro Querido




Instituto Profissional do Terço



É uma instituição que alberga 59 meninos, dos 6 aos 18 anos. Fica situado junto ao Marquês, no Porto.
À qual a nossa instituição e muito orgulhosamente, também ajuda mensalmente com roupa, calçado, alimentação e medicação.



Lar Rosa Santos



É uma instituição que alberga 54 meninas dos 5 aos 18 anos, situada no Porto.
Á qual a nossa instituição tem o orgulho der ajudar mensalmente com roupa, calçado, alimentação e medicação.